16 de fevereiro de 2009

Igreja - O Principal Agente de Missões Mundiais

Ézio Pereira da Silva

Deus (Pai, Filho e Espírito Santo) foi e é o idealizador, iniciador e principal executor de missões. Os anjos tiveram e ainda têem seu ministério no contexto de missões. Entretanto, o agente direto de Deus através do qual ele executa missões, sem dúvida, é o homem.
Continua sendo o propósito de Deus salvar o homem utilizando-se do próprio homem como executor da sua vontade suprema e absoluta. Depois de compreender e receber a mensagem da salvação, o ser humano é dotado de capacidade sobrenatural para transmiti-la a seu semelhante, como se fosse para salvar a sua própria vida, visto estar vivendo nas mesmas condições humanas comuns a todos os homens.
O homem, depois de redimido, possui liberdade individual de ação para anunciar o Evangelho do Reino de Deus. A forma cooperativa é uma maneira pela qual Deus idealizou para dar cumprimento à tarefa que conferiu aos seus discípulos (Mc 6.7); e ele tem boas razões para assim proceder, ainda que não compreendamos tudo a esse respeito. Assim foi instituída o que conhecemos hoje por igreja.
Quando me refiro à igreja, devemos considerar como tal o corpo vivo de Cristo; a Igreja Universal, constituída de todos os salvos de todas as épocas em todos os lugares. Conquanto a igreja universal seja formada por pessoas salvas, a igreja local tem a mesma e importante personalidade e o mesmo significado pois que, essencialmente, é formada de homens e mulheres salvos pela graça de Cristo.
Para os termos assim analisados, missões é motivo de alegria e entusiasmo, porque traduz a vontade de Deus para a igreja e através da igreja para toda a humanidade.
Quando a igreja abre o coração para missões, diversos motivos começam a existir para se louvar a Deus.
Todos os mais variados seguimentos de atividades começam a ter mais significado e sobram razões para júbilo.
As orações passam a ser mais profundas, porque há um compromisso com aqueles que foram para o campo (Mc 3.14 e 6.12). Há uma responsabilidade para com aqueles que partem para novos ambientes e culturas diferentes, pois são diversos os motivos para intercessão.
As expectativas por aquilo que está acontecendo são grandes, pois a oração de cada membro está voltada para o que lá está sendo realizado e cada batalha ganha no campo é motivo de agradecimentos a Deus e de louvor à sua Pessoa. É razão para o crescimento na fé e maior confiança em Deus. É um incentivo para aqueles que ficaram, pois ficam desejosos também de ir e participar ativamente das realizações de Deus em plena batalha.
Cada vitória alcançada pelos que foram pertence também àqueles que ficaram, mas que contribuíram com suas orações, intercessão e sustento financeiro.
À medida que as ações de Deus vão aumentando, por causa da obediência como um ato de amor, avoluma-se, também, a tendência de mais realizações de Deus. Vamos nos tornando mais incomodados com o que temos de realizar, e a petições vão tendo lugar mais vivo e ativo em nosso coração para poder alcançar aquilo que não conseguimos antes.
De maneira que, o que está em nossa frente vai se nos tornando mais possível realizar, pois que está havendo uma maior facilidade para se confiar nas futuras realizações de Deus, por causa das que foram efetivadas anteriormente. Há uma corrente viva que não se parte.
Quanto mais abrimos nossos corações para Deus, mais Deus vai operando; e quanto mais Deus vai operando, mais a alegria vai crescendo e aumentando também o desejo por mais realizações (o Espírito Santo nos impulsiona), e para se confiar mais em Deus para realizações maiores; quanto mais vamos confiando em Deus para realizações maiores, mais vamos tendo capacidade de realizá-las; quanto mais vamos realizando, mais a alegria e a fé vão aumentando e, quanto mais...
É um desencadear de realizações, de fé crescente, de pessoas salvas, de vidas transformadas e restauradas, de chuvas abundantes da parte de Deus, numa inesgotável e contagiante alegria que só uma igreja com características missionárias e compromisso com Deus pode alcançar.
Faça da sua igreja local uma igreja missionária. Você verá a substancial mudança.