28 de novembro de 2016

Deus Controla as Nações

eleição de Donald Trump como o novo presidente dos EUA possui um alto índice de rejeição espalhado em todo o mundo.

Resultado de imagem para eua


Entretanto, quem detém o controle absoluto de todas as nações e reinos da terra é O Senhor Deus Todo-Poderoso. A Bíblia afirma que "...é ele (Deus) quem governa as nações." - Sl 22.28

Como sempre fez e nunca deixou de fazer, Deus continua trabalhando ativamente, movendo o destino das nações.
Resultado de imagem para Deus controla as nações


Normalmente, a maneira e os motivos de Deus agir na história tendem a fazer sentido, mesmo assim em parte, só depois de concretizadas determinadas ações, quando os resultados começam a aparecer.

Não importam quantos opositores e ideias existem sobre a eleição de Trump. Deus não se preocupa com isso! Ele sabe o que faz! O que não deixa dúvida é que a vitória dele possui reflexos diretos e indiretos sobre muitas nações.

"O Senhor frustra os desígnios das nações e anula os intentos dos povos" - Sl 33.10.

Entendo que, no contexto do momento histórico atual, Trump é uma das peças chaves de Deus para a atual conjuntura das relações econômicas, políticas, raciais, sociais e religiosas entre as nações.

Pode acontecer que ele seja impedido de tomar posse? Pode! Isso, porém, não muda em nada. Deus continuará soberano e a fazer com que todas as coisas convirjam para a realização dos seus propósitos.

Não está descartada uma traição, um atentado, um complô, um boicote, um... sei lá! Qualquer coisa contra ele, de forma a calar a sua voz. Contudo, nada alterará os desígnios de Deus. O que pretende fazer, ele fará.

Deus é aquele que, conforme seus sábios planos, "... remove reis, estabelece reis..." (Daniel 2.21) e faz o que pretende fazer em todas as nações e reinos da terra.

Analistas, comentaristas, observadores e especialistas internacionais em assuntos diversos, nada sabem sobre os planos de Deus. Só os sábios segundo Deus entenderão.


Em razão de prejulgamentos temerários e superficiais, notadamente, da grande mídia mundial, sem conhecimento suficiente, sei que muitos podem me criticar. Posso ser julgado, condenado e, até mesmo, acusado de ser adepto de Trump. Sou consciente e despreocupado quanto a isso. Mas, a verdade está aí, patente sob o sol: nada sabem do que dizem!

Resultado de imagem para Deus controla as nações
A vitória do Trump é uma questão ampla e envolve temas diversos, tais como os conflitos no Oriente Médio; o crescimento do Islamismo; as correntes de imigrantes; a aliança com Israel; a América Central (México e Cuba); a China como parceira comercial; a relação Rússia e EUA, e outras questões relevantes.

Nesse exato momento e contexto, Deus, na sua ciência, sabedoria, propósito e soberania, por uma ou mais razões que não conhecemos nem entendemos, não quis ou não permitiu Hillary Clinton como vencedora; preferindo Trump!

Ele pode ter sido o homem talhado para este tempo e hora, a fim de cumprir algum propósito de Deus, ainda mesmo que algo extraordinário possa acontecer que, por enquanto, não temos conhecimento.

Não entro no mérito de se o recém-eleito presidente americano está certo ou errado; se é melhor ou pior que outros; se vai ser bom ou ruim, melhorar ou piorar as coisas. Ainda é prematuro afirmar o que vai acontecer. 

Sem dúvida, na escolha de Trump há pontos positivos e negativos. Apenas Deus, única e exclusivamente, tem e pode dar essas respostas!

O que é crucial e está em evidência, aqui neste texto, é o fato indubitável de que Deus controla as nações. Isso é o que importa no momento.

Não sou e não pretendo ser politicamente correto. Apenas manifesto o que eu penso que Deus possa estar fazendo. Só isso! Assumo meu papel com responsabilidade, satisfação e consciência de cumprir o meu dever cristão de expressar a supremacia da Palavra de Deus.