26 de outubro de 2016

Brasil..., sil..., sil..., sil!!!!!!!

Ézio Pereira da Silva

Resultado de imagem para o brasil é do senhor jesus
A vinheta Brasil..., sil..., sil..., sil!!!!!!!, arte sonora, gravada em 1968, imortalizada na copa do mundo de 1970, é muito usada como um grito de guerra em competições esportivas de cunho internacional, para destacar uma façanha, vantagem momentânea ou a vitória de uma seleção brasileira sobre adversários estrangeiros.


O Brasil é do Senhor Jesus Cristo!

Guardando uma leve correlação com a vinheta do Brasil, a frase acima é um refrão preferido e repetido por muitos líderes e cristãos atualmente. Soa bonito e espiritual e, sinceramente, eu gostaria muito que se tornasse real.

Em alguns momentos, é um grito de ufanismo ingênuo, triunfalista e inconsequente, sem vínculo com a realidade. Muitas vezes não é mais que um mero e descompromissado chavão evangélico.

Se ele for dito com a conotação de que Jesus é, de fato, o dono, proprietário e Senhor absoluto de toda e qualquer nação da terra, além de verdade é a realidade, ainda que, sob alguns aspectos, não notadamente visível. Se fosse proclamado como um ato profético, tal grito de guerra seria mais aceitável.

No entanto, o que vemos e ouvimos é que, muitas vezes, essa frase é expressa com o significado de que o País está sob a liderança do Senhor Jesus Cristo (quando sabemos que não está) e tem a promessa de que Deus a salvará inteiramente (quando não existe essa promessa).

"Um dia, Deus olhou para esta nação e por ela se apaixonou..." diz um trecho de um louvor famoso, como se Deus tivesse preferido o Brasil em detrimento de outras nações. Na verdade, Deus olhou para o mundo e não, especialmente só para o Brasil - João 3.16.

Isso traduz o entendimento de que, sem nos importar com os outros povos, o Brasil é do Senhor Jesus Cristo. Por isso mesmo, é uma nação santa, sob os cuidados especiais de Deus.

Pelo menos, tem a fama de ser o segundo país mais cristão do mundo.

O Brasil, de fato, é do Senhor Jesus Cristo? Nada! Com o entendimento acima referido, não!

O Brasil nunca foi e (resguardado algum ato inédito que Deus possa fazer na história mundial, porque é soberano e tem poder para isso) é bastante temeroso afirmar que seja.

Sobre esse fato, não há nenhum antecedente registrado nos anais da história mundial.

A única exceção que se faz é de Israel. Mesmo assim, é porque Deus a criou com esse propósito. No entanto, nem mesmo ela será salva como um todo; apenas um remanescente, conforme ensina o apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos 9.6-8, 27 e todo o capítulo 10.

Nosso País é uma nação grandemente pecadora contra Deus e só não apodreceu de vez ainda, por causa dos verdadeiros cristãos que nela vivem, choram e por ela intercedem de dia e de noite.

O Brasil hoje é:
Idólatra, violento, imoral, corrupto em todas as camadas da sociedade, além da já sobejamente comprovada corrupção no governo; injusto com os pobres, desigual, concentrador de renda, iníquo; possuidor das taxas de juros mais altas e exorbitantes do mundo, que prejudicam cada vez mais os pobres e enriquecem cada vez mais os bilionários; detentor de impostos astronômicos que não beneficiam a população e sangram as suas economias; cheio de feitiçarias, ocultismo, sacrifícios de crianças, bruxarias; trabalho escravo, crianças escravas, prostituição infantil; anti-sionista, antissemita; favorável a terroristas e ditadores; produtor e rota internacional do tráfico de drogas; um dos piores sistemas de educação do mundo; em tempos de paz mata mais que em todas as guerras; justiça lenta, corrupta, imoral e comprometida; altíssima população de miseráveis moradores de rua; dezenas de milhares de dependentes químicos nas ruas sem nenhuma esperança; poderes legislativo, executivo e judiciário corrompidos até o mais baixo grau...; e por aí vai!

O forte do Brasil hoje é corrupção, imoralidade e violência em todos os níveis da sociedade, inclusive na igreja institucionalizada, chamada evangélica.

Comparando com o atual caráter moral do Brasil, as antigas cidades de Sodoma e Gomorra, destruídas por Deus com fogo, já ficaram distantes e podem ser consideradas ingênuas nessa comparação.

Apesar das mais variadas bênçãos de toda a natureza, com as quais o Criador tem agraciado a Nação brasileira, ela tem provocado o Todo-Poderoso Deus e suscitado a sua ira. Sintomas dessa realidade têm se tornado perceptíveis.

A começar pelos cristãos, é urgente que haja um arrependimento de todos e de cada um de nós como indivíduos, igreja e nação. Na grande maioria, cada um tem se preocupado apenas com sua própria vida e bem-estar.

É necessário haver um inconformismo de nossa parte com o atual estágio em que nos encontramos, juntamente com ações concretas que levem a mudanças substanciais na sociedade.

É preciso mais do que uma simples declaração, mesmo que em forma de grito de guerra. O mais desejável por Deus, no momento, é pano de saco, rasgo de coração, arrependimento, confissão, abandono de pecados, mudança de vida, apego à Palavra de Deus e a prática da intercessão.

É imprescindível o rompimento com os ditames da moda profana, com os padrões ideológicos e mundanos da sociedade moderna, incluindo os meios de comunicação, de maneira que sejamos, realmente, sal e luz para nossa Nação.

E tudo isso, antes de pensarmos e fazermos declarações inócuas e inconsequentes de que o Brasil é do Senhor Jesus Cristo.